Movimentos em Marcha – Ativismo, Cultura e Tecnologia
São Paulo, 2013 | Org. Henrique Parra, Pablo Ortellado e Silvio Rhatto

Reúne textos a partir de um grande debate público, ou de uma série de debates interligados e superpostos em torno das potencialidades das novas tecnologias, as novas formas de ativismo, as características atuais do capitalismo e a maneira como as atividades culturais articulam-se a essas dimensões. Suas raízes remontam a contextos muito diferentes, provavelmente catalizados a partir da organização da “Marcha da Liberdade” realizada em algumas cidades brasileiras no mês de junho de 2011, que juntou ativistas de movimentos sociais “tradicionais”, ativistas que lutavam pela legalização da maconha e ativistas de movimentos de cultura. A grande repercussão do ato e a emergência de novos atores sociais suscitou diversas discussões. Foram selecionados os artigos mais relevantes e ordenados na sequência em que se sucederam. (Rhatto, Parra, Ortellado, Assumpção, edit.)

Livro produzido de maneira inteiramente voluntária e sem fins comerciais. Versão digital lançada sob licença Creative Commons Atribuição Não-Comercial Sem Derivados 3.0
Brasil.

Download (PDF, 11.77MB)

Relate