Por uma cartografia crítica da Amazônia: recorte/processo sobre arte, política e tecnologias possíveis
Belém do Pará, 2012 | Org. Giseli Vasconcelos

A cartografia surge a partir dos encontros promovidos pela iniciativa Networked Lab, em 2011, em sua versão amazônida. A ideia era inverter o caminho usual do espetáculo e privilegiar um grupo pensante que buscasse refletir pontos críticos da Amazônia, debatendo e analisando também formas de mapeamento e processos cartográficos radicais. Esses encontros favoreceram trocas e circulação de informações sobre a realidade local, evidenciando seus processos em rede e assuntos convergentes sobre um território político historicamente complexo. Seis meses depois, em 2012, o grupo se reúne em imersivas entres as cidades de Belém e Santarém (PA) para a produção de um Dossiê; uma coleção de documentos semeados durante um processo, divididos em fascículos baseados na sumarização do álbum. O objetivo do dossiê é apresentar uma documentação em série, perfazendo um mapeamento que evidencia qual o recorte, pontos geográficos e quais as interações possíveis foram identificadas em torno da arte e das tecnologias na região. (Giseli Vasconcelos, edit.)

Projeto aprovado pela lei semear, da Secult do Governo do Pará, com patrocínio da Vivo através do programa Vivo Lab.

Download (PDF, 6.5MB)

Relate